Auxílio é Confirmado em 1.115,56

Valor médio do auxílio é CONFIRMADO em R$ 1.115,56 para o Bolsa Família

Auxílio emergencial e Bolsa Família não são cumulativos e apenas o de maior valor é pago

Atualmente, cerca de 13,6 milhões de famílias que são beneficiárias do Bolsa Família receberam o auxílio emergencial de R$ 600. Como os dois programas não são cumulativos, o cidadão pode optar pelo de maior valor. A lei do auxílio, que foi sancionada durante a pandemia do novo coronavírus, permite essa escolha.

Essas 13,6 milhões de famílias representam 95,2% do total que são cadastradas originalmente no Bolsa Família. As demais 661 mil famílias continuam recebendo o que ganhavam antes. De acordo com o jornal Extra, as outras milhões de famílias agora têm pagamento médio de R$ 1.115,56.

Segundo o Ministério da Cidadania, há 14,28 milhões de famílias inscritas no programa. O valor total de recursos liberados é de R$ 15,2 bilhões a cada mês.

No auxílio emergencial, o pagamento aos beneficiários do Bolsa segue o calendário original desse programa. Ou seja, o pagamento segue de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) e ocorre no fim do mês. A quinta parcela para esse grupo começou a ser paga ontem, 18 de agosto, e segue até 31 de agosto, quando tem tem o NIS terminado em 0 recebe.

De acordo com o jornal Extra, o Bolsa Família abrange 941.448 famílias no Rio de Janeiro e 1,602 milhão em São Paulo. A região Sudeste tem 3,8 milhões de famílias atendidas pelo programa, enquanto a região Nordeste tem mais de sete milhões. Bahia, Pernambuco e Ceará são os estados com mais famílias contempladas, cada local com mais de um milhão.

5ª parcela do benefício

https://go.hotmart.com/V37561703M

O pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial, atualmente no valor de R$600, vai começou a ser pago no dia 18 de agosto para os beneficiários do Bolsa Família.

Os beneficiários que se inscreveram pelo aplicativo ou site e nascidos em janeiro começam a receber a quinta parcela a partir do dia 28 de agosto.

   O dinheiro é depositado em conta poupança social digital da Caixa e movimentado pelo app Caixa Tem.

O calendário de pagamento da 5ª parcela do auxílio para beneficiários do Bolsa Família segue até dia 31 de agosto. Novamente, o cronograma segue de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

No dia 18 de agosto, o pagamento é liberado para quem tem NIS terminado em 1. No dia 31 de agosto, o último do calendário, o pagamento é liberado para quem tem NIS terminado em 0.

Diferente do que acontece com beneficiários que fizeram cadastro pelo site ou app, os do Bolsa Família não precisam aguardar por um segundo cronograma para fazer saque em espécie do auxílio.

   Os beneficiários que não recebem do Bolsa Família, receberão o recurso por depósito em poupança digital pelo aplicativo Caixa Tem. Inicialmente, o dinheiro só pode ser usado para pagamento de contas e boletos e compras por meio de cartão virtual, e só em um segundo momento o recurso é liberado para saques e transferências. 

   Atualmente, o governo estuda criar mais parcelas do benefício com um valor reduzidoPorém, ainda não há nada concreto sobre a extensão. Apenas os cinco pagamentos estão garantidos.

FONTE:Notícias/Concurso