2020: NOVENA DE NATAL

  TEMA: A FAMÍLIA E A CRIAÇÃO 

 

DIA “A FAMÍLIA E A CRIAÇÃO “

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, fotos da família, um cartaz com uma família na natureza com a frase, FAMÍLIAS VIGILANTES E AMIGAS DE DEUS.

ACOLHIDA

 Dirigente: Amados irmãos e irmãs, no aconchego de nossos lares, reunidos em família, dediquemos um tempo de nossas vidas nesta novena, para nos prepararmos para a chegada do “Menino Deus”.

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: O Céu se fez família, “Projeto de Deus”, para que a família busque o Céu. Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTIFONA DE ENTRADA:

“Por isso o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir a sua mulher, e já não são mais que uma só carne. (Genesis 2,24)

CANTEMOS:

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

 Dirigente: Bendito seja Deus que com a Luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa família, nosso bairro, nossa cidade e todos as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa Mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda humanidade a certeza do amor.

 Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

 Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

 Dirigente: E o verbo se fez carne.

 Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

 CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: A nossa família foi pensada por Deus. Foi escolhida, planejada para que nós fizessemos parte dela. Que esta novena reúna nossas famílias, alimente nossos corações e nos fortaleça na fé e na esperança.

 ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: A idéia de ser família se origina na Santíssima Trindade. Mistério em Deus. Três pessoas que se amam, num só amor. No matrimônio o homem e a mulher deixam tudo para uma nova vida. Um amor em saída que faz com que a vida do outro seja mais vida.

Canto de acolhida à Palavra de Deus Marcos 10,1-9

(Breve silêncio para que a palavra nos toque o coração e a mente)

Dirigente: Jesus reconduz o matrimônio ao seu sentido fundamental: aliança de amor e, como tal, abençoada por Deus e com 10 vocação para eternidade.

a – Marido e mulher são igualmente responsáveis por uma união que deve crescer sempre, os dois se equiparam quanto aos direitos e deveres. Comente esta afirmativa.

b – O que falta às famílias hoje para alcançar o projeto de família sonhada por Deus?

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Faremos uma oração e você que está em casa, em família, faça as orações que seu coração pede neste momento.

Todos: Deus, vinde em auxílio à todas as famílias!

Dirigente: Ó Deus, concedei a todas as famílias, profundo sentimento de parceria, paciência e abertura de coração, para que possam vencer os desafios que se apresentam, e viver com equilíbrio a fé e a esperança. Rezemos:

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

 GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Gesto concreto é a forma ou resposta que podemos dar a Deus Pai, em relação ao seu Amor, que nos expande e nos faz verdadeiros irmãos. Os gestos concretos poderão ser realizados das seguintes formas: pelo perdão, pelas visitas, pelo acolhimento, pelo apoio e atenção, pela partilha de alimentos, etc. Vamos então, pensar bem sobre isso!

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, que, ao criar o ser humano quisestes a união do homem e da mulher dando a eles a participação na criação, pela geração de seus filhos, concede a esta família, crescer na caridade e ser um sinal do vosso amor em nossa comunidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 CANTO FINAL

2º DIA “FAMÍLIAS AFASTADAS DESATENTAS”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, fotos da família e figura de um jardim com árvores e flores. Dirigente: Queridos irmãos e irmãs, que o anjo Gabriel, mensageiro da Boa-Nova à Maria seja hoje para todas as famílias que estão rezando esta novena, portador da paz e harmonia.

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Que a luz desta vela una nossas famílias à família de Deus. (Acender a vela) Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTIFONA DE ENTRADA: Mas o fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: Vós não comereis dele, nem o tocareis para que não morrais! (Genesis 3,3).

CANTEMOS

 Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a Luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa Família, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria o Mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa Mãe Santíssima, que ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne. Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

 CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: Amar e servir na Palavra de Deus tem o mesmo sentido. O amor precisa ser celebrado na vida da família, para que os filhos sintam que são pessoas importantes no lar. O perdão deve ser exercido pois ele é a mola propulsora. Pe. Zezinho canta com propriedade: Faltava tudo, mas a gente nem ligava…

Leitor(a) 1: Os filhos se tornam seguros quando confiam que os pais são dignos de suas caminhadas. Cabe aos pais se inspirar no projeto de Deus para a família, na educação dos filhos. Estabelecer limites e ensinar hábitos bons, que geram virtudes, cuidar para que não aprendam hábitos maus, que geram os vícios.

  ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: Para galgar o Reino, não basta o ato de fé. É preciso que este ato seja acompanhado de ações, caso contrário a fé se torna vazia e sem sentido.

Canto de acolhida à Palavra de Deus Mateus 7,21-27

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente).

Dirigente: Durante este período de pandemia, as famílias foram chamadas a testemunhar a fé, consolidar a esperança e a praticar a solidariedade em favor das famílias mais vulneráveis e fragilizadas.

a – “Portanto, quem ouve essas minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que construiu sua casa sobre a rocha.” Comente esse versículo.

b – Partilhar o leitor(a), “Os filhos se tornam…”

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Este é o momento que nós, que rezamos em família e como família, elevarmos a Deus nossas necessidades, agradecimentos…

Todos: Jesus, vem ao encontro de todas as famílias.

  • Jesus, tende misericórdia de todas as famílias que estão afastadas de Deus. Imprime em nossos corações sentimento de fé, da esperança e da caridade, pois em vós se encontra o remédio para todos os males.

Preces Espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

 GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Quando falamos em gesto concreto, devemos procurar primeiramente conhecer as realidades que nos cercam, das condições e necessidades familiares e comunitárias e, então poderemos pedir a Deus que nos mostre a melhor maneira de ajudar. – Em minha família existe alguém necessitando de ajuda? – Em minha paróquia ou comunidade, existe uma solicitação de um gesto concreto mais abrangente?

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, cuja providência jamais falha, nós vós suplicamos humildemente: afasta de nós o que é nocivo, e concedei-nos tudo o que for útil. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 CANTO FINAL

3º DIA “INGRATIDÃO, OBSTÁCULO A VIDA FAMILIAR”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA e algo que represente o Tema Central e o Tema do Dia. ACOLHIDA

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTÍFONA DE ENTRADA: O Senhor disse a Moisés: “Vou fazer chover pão do alto do céu. Sairá o povo e colherá diariamente a porção de cada dia. Eu o porei desse modo à prova, para ver se andará ou não, segundo minhas ordens.” (Ex 16, 1-4)

CANTEMOS

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

 Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

 Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne.

Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: No tempo de Jesus, a lepra além de ser uma doença, era sinal de impureza e motivo de exclusão social.

Leitor(a) 1: Tornar-se puro era como ser acolhido por Deus novamente e receber as bênçãos prometidas a Abraão.

ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: O Menino Deus vem a nós, sejamos sempre gratos ao Pai por este presente.

Canto de acolhida à Palavra de Deus Lucas 17, 11-19

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

4.MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: No dia a dia em nossas famílias, recebemos muitas graças e nem percebemos. Ser grato(a) a estes benefícios é um jeito de agradecer e louvar o próprio Deus.

a – Em sua família, você se mostra agradecido por tudo que recebe todos os dias.

b – Hoje são os pobres que fazem o papel de samaritano e nos ajudam a redescobrir a dimensão da gratuidade da vida. Como sua  família ajuda os pobres de sua comunidade?

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: O presépio é o símbolo do Natal, mas retrata a pobreza e a necessidade urgente de um lugar (mundo), que seja justo para todo o povo de Deus.

Todos: Vem Senhor, vem nos salvar, com teu povo vem caminhar.

  • Jesus Menino, que veio morar entre nós, para que todas as famílias vivam na sua paz.

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

 GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Conversar, como família, sobre o valor do gesto concreto diante de Deus e a quem poderão atender e ajudar com suas atitudes de amor e caridade.

 ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

 Dirigente: Ó Deus, sempre nos preceda e acompanhe a vossa graça para que estejamos sempre atentos ao bem que devemos fazer. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

CANTO FINAL

DIA “DEUS ESPERA PELAS FAMÍLIAS”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA e de momentos de oração (foto de batizado, primeira eucaristia, crisma…)

ACOLHIDA

 ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTÍFONA DE ENTRADA: Todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mt 12, 50)

CANTEMOS

 Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vêm iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

 Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne.

Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: Jesus define claramente que os laços de sangue não são os únicos laços familiares. Jesus amplia seu parentesco e ministério a todos que o receberem.

Leitor(a) 1: Acreditemos no Menino/Deus que habita em nosso meio e se faz presente no meio de nós.

 ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: A família de Nazaré sempre esteve vigilante, acreditando que Deus ama e socorre os mais fracos.

Canto de acolhida à Palavra de Deus.

Mateus 12, 46-50

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

 MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: A vontade do Pai que está no céu se realiza na nossa vida, quando nós acolhemos no coração as ordens do Senhor e atendemos ao Seu chamado.

a – O que você entende por fazer a vontade de Deus?

b – Você se considera um discípulo de Jesus?

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: O Menino/Deus da manjedoura quis chegar perto de suas criaturas por amor. Em Jesus, Deus armou tenda no meio de nós.

 Todos: Jesus, vem em nosso auxílio!

  • Ajuda as nossas famílias a serem vigilantes e atentas as necessidades de seus membros. Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Conversar, como família: “O gesto concreto é sinal de que a Palavra de Deus foi acolhida e produziu frutos na vida de cada um”.

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, sede generoso para com os vossos filhos e filhas e multiplicai em nós os dons da vossa graça, para que repletos de fé, esperança e caridade, guardemos fielmente os vossos mandamentos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!

CANTO FINAL

DIA“UM NOVO POVO, COM NOVAS FAMÍLIAS”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA e algo que represente o Tema Central e o Tema do Dia.

 ACOLHIDA

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

 ANTÍFONA DE ENTRADA: “Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará ‘Deus Conosco’” (Is 7, 14)

CANTEMOS Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

 Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne.

Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada

Dirigente: “A presença de Deus se manifestará e todas as criaturas a verão, pois o Senhor assim o prometeu” (Isaías 40,5). Vivemos o advento: momento de abastecer nossa fé e renovar nossas esperanças.

Leitor(a) 1: Apesar de toda realidade, intolerância, desrespeito, violência, desamor, ganância, divisão, temos como Deus: um pai amoroso, misericordioso, compassivo, bom, justo, nossa força, nosso escudo e proteção. É Deus que nos impulsiona para agir em seu nome, fazendo o bem acontecer e a paz florescer.

ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: Maria uma jovem da periferia recebe a visita de um anjo enviado por Deus, “Alegre-se, cheia de graça! O Senhor está com você!” Canto de acolhida à Palavra de Deus. Lucas 1, 26-38 (Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: Maria disse sim, acreditou: “Eis a serva do Senhor. Faça- -se em mim segundo a tua Palavra”.

a – Se não vivemos conforme o exemplo de Maria: o que nos falta?

b – Vivemos em família prontos para servir, partilhar, compreender e perdoar?

  1. A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Diante dos desafios e de nossas limitações, tenhamos Maria como nosso exemplo de fé e entrega.

Todos: Senhor, envia Teu Espírito Santo que renova todas as coisas!

  • No seio de nossas famílias cresça cada dia mais: a compreensão, a partilha e o cuidado uns para com os outros, rezemos.

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Conversar mais uma vez sobre o gesto concreto, lembrarmos de alguém que pode estar necessitando de alguma ajuda, espiritual ou material e, que as vezes pode estar bem próximas de nós. Então vamos, peçamos a Deus a oportunidade de ajudar!

  ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações para que, conhecendo pela mensagem do Anjo a encarnação do vosso Filho, cheguemos, por sua paixão e cruz, à glória da ressurreição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

CANTO FINAL

DIA “JESUS CRISTO, A REDENÇÃO DAS FAMÍLIAS”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA, algo que represente o Tema Central e o Tema do Dia.

ACOLHIDA

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTÍFONA DE ENTRADA: “O Verbo era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem” (Jo 1, 9).

CANTEMOS

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo.Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne.

Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: Natal do Senhor! O Verbo de Deus assume o rosto humano. A maior dádiva do Pai à Humanidade, a maior prova do amor de Deus.

Leitor(a) 1: Da mesma maneira que Ele veio a nós, espera que saiamos de nossa “gruta interior” em direção aos outros, aos necessitados. Necessitados de pão, palavra, atenção, cuidado, ternura.

 ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: Deus levado por seu imenso amor e sendo fiel em suas promessas se fez homem e veio habitar no meio de nós.

Canto de acolhida à Palavra de Deus

João 1, 1-13

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

 MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: Jesus é a Palavra que revela Deus aos homens.

a – Quais são as nossas atitudes para retribuir ao imenso amor de Deus por nós?

b – Reler os versículos de 6 á 8. Temos a mesma missão de João?

  1. A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: É Natal. O Sol Divino nos veio visitar. Maria a Aurora que nos trouxe tão luzente Sol, aquela a quem nos foi dado chamar de Mãe nos ensine a dizer sim ao projeto de Deus.

Todos: Deus Pai, nos abençoe, nos mostre a sua face e se compadeça de nós!

  • Por nossas famílias reunidas e toda a comunidade de fé, peçamos!

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

 GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Conversar sobre o gesto concreto assumido, de que a Fé deve ser autenticada e traduzida, aos olhos de Deus e dos homens, pelos simples gestos de solidariedade e compaixão. Vamos então dar um pouco, para se tornar muito na Graça de Deus!

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, que admiravelmente criastes o ser humano e mais admiravelmente restabelecestes a sua dignidade, dai-nos participar da divindade do vosso Filho, que se dignou assumir a nossa humanidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

CANTO FINAL

DIA “FAMÍLIA, ESCOLA DOS VALORES DE DEUS”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA e algo que represente o Tema Central e o Tema do Dia.

ACOLHIDA

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTÍFONA DE ENTRADA: “Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.” (Lc 2, 46)

CANTEMOS

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne. Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: De maneira quase constante, as respostas frisam a importância da família de Nazaré como modelo e exemplo para a família Cristã. O povo olha para família de Nazaré como exemplo de relação de amor, como ponto de referência para cada realidade familiar e como conforto na tribulação. A igreja dirige-se a família de Nazaré para confiar as famílias na sua realidade concreta de alegria, de esperança e de sofrimento.

Leitor(a) 1: É frisada a importância da oração em família como igreja doméstica (cf. LG11), a fim de alimentar uma verdadeira “cultura familiar de oração”. Com efeito, o conhecimento autêntico de Jesus Cristo é promovido em família pela oração pessoal e, em particular, familiar, segundo as formas especificas e as práticas domésticas, consideradas uma forma eficaz para transmitir a fé as crianças.

ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Canto de acolhida à Palavra de Deus Lucas 2, 41-52

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

 MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: As famílias confrontam-se cotidianamente com muitas dificuldades e provas. Por fim, evidencia-se a importância de uma estreita colaboração entre as famílias, casa/paróquia, na missão de evangelizar. Neste evangelho as primeiras palavras de Jesus mostram que toda a sua missão decorre da sua relação pessoal filial com o Pai.

a – No Evangelho a família de Nazaré, estava reunida em comunidade. Qual a importância e necessidade das famílias se reunirem em comunidade? Comente.

b – A família confronta-se cotidianamente com muitas dificuldades e provas. Qual a importância da Pastoral familiar?

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Sagrada Família de Nazaré, nunca mais nas famílias se viva a experiência da violência, fechamento e divisão, quem quer que tenha sido ferido ou escandalizado, conheça depressa a consolação e a cura.

Todos: Jesus, Maria e José, ouvi e atendei as nossas súplicas!

  • Sagrada Família de Nazaré, faz também das nossas famílias lugares de comunhão e cenáculo de oração.

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

 GESTO CONCRETO / AVISOS

 Dirigente: Conversar sobre o gesto concreto assumido, de que a “Alegria de Deus” vai tomando conta dos corações daqueles que se colocam a disposição das necessidades dos outros. Não existe nada de mais concreto diante de Deus, do que o nosso agir para o outro.

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus de bondade, que nos destes a Sagrada Família como exemplo, concedei-nos imitar em nossos lares as suas virtudes para que, unidos pelos laços do amor, possamos chegar um dia às alegrias da vossa casa. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!  CANTO FINAL

DIA “FAMÍLIA, SANTUÁRIO DA VIDA”

PREPARANDO O AMBIENTE: preparar um ambiente simples e acolhedor. Bíblia em lugar de destaque, vela colorida, símbolos natalinos, flores.

 ACOLHIDA

ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. ANTÍFONA DE ENTRADA: Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.” (Lc 2, 46)

CANTEMOS

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne. Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

 Dirigente: Amados irmãos e irmãs, estamos aqui reunidos para celebrar o 8º dia da Novena de Natal. Este é sempre um momento de nos encontrarmos como família que é o santuário da vida para preparar para a festa do nascimento de Jesus de Nazaré.

Dirigente: Estamos vivendo tempo de calamidade, sofrimento e perdas. Precisamos descobrir o Deus da misericórdia comprometido com as famílias que sofrem e com os que estão à margem da sociedade.

Leitor(a) 1: Papa João Paulo II, denominou a família de “Santuário da Vida”. Santuário quer dizer “lugar sagrado”. É ali que a vida humana surge como de uma nascente sagrada, e é cultivada e formada. A família também é á base da sociedade, nela que vem o aprendizado dos valores que promovem a vida humana, onde recebemos as primeiras regras sociais e aprendemos como administrar os nossos sentimentos e tudo que contribui como será o comportamento da sociedade futura.

ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: Jesus presença visível da misericórdia revela um Deus Pai, cheio de ternura e de misericórdia que vai ao encontro dos perdidos, libertando-os da exclusão e do isolamento; um Deus  que exulta de alegria quando se encontra e que convida a todos e todas para a festa da comunhão e do perdão.

Canto de acolhida à Palavra de Deus Lucas 15,11-32

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: Tornar presente o Pai com Amor e Misericórdia foi, para Jesus, o cerne de sua missão: toda a sua vida foi uma eloquente, revelação da misericórdia divina para com a humanidade.

a – Não podemos enfrentar a vida isoladamente, precisamos de uma comunidade que nos apoie, nos auxilie e ajude a olhar em frente. O que falta para nossas Comunidades se transformarem em verdadeiros lugares de comunhão com Deus e com os irmãos?

b – Deus está sempre ao nosso lado como um Pai que respeita as decisões de cada membro de nossas famílias, mas aguarda sempre o regresso a seu lado do filho que se afastou, para desfrutar da sua Presença. Comentem!

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Irmãos e irmãs, vamos deixar para trás, o ano velho que tanto sofrimento nos trouxe e acolher a novidade de Cristo neste ano que em breve se inicia. Por isso vamos louvar e agradecer ao Senhor rezando:

Todos: Glória a Deus no mais alto dos céus!

  • Senhor, o teu Natal se aproxima! Depositamos diante de Tua Manjedoura todos os nossos sonhos, todas as nossas lágrimas e esperanças que estão contidas em nossos corações. Rezemos…

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

  GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: Conversar sobre o Gesto Concreto assumido -“É tempo de cuidar! Que possamos alargar os nossos corações em gestos de caridade para que o cuidado permaneça como sinal da bênção de Deus nesse Natal”.

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, criador de todas as coisas, volvei para nós o vosso olhar e, para sentirmos em nós a ação do vosso amor, fazei que vos sirvamos de todo o coração. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

CANTO FINAL

9º DIA “FAMÍLIA, GUARDIÃ DA FÉ”

PREPARANDO O AMBIENTE: Vela, Bíblia, presépio, FOTOS DA FAMÍLIA e algo que represente o Tema Central e o Tema do Dia.

 ACOLHIDA

 ORAÇÃO INICIAL

Dirigente: Queridos familiares e amigos, com alegria nos reunimos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

ANTÍFONA DE ENTRADA: “Nada temas, Abrão! Eu sou o teu protetor; tua recompensa será muito grande” (Genesis 15, 1).

CANTEMOS

Vem Espírito Santo vem, vem iluminar (bis)

Nosso encontro vem iluminar! Nossas famílias vem iluminar!

Nossa igreja vem iluminar! Nossa novena vem iluminar!

Dirigente: Bendito seja Deus, que, com a luz de Cristo, ilumina nossas vidas, nossa FAMÍLIA, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de oração. Em Maria, o mistério de Deus se realizou. Rezemos o Angelus com o coração agradecido à nossa mãe Santíssima, que, ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda a humanidade a certeza do amor.

Dirigente: O anjo do Senhor anunciou a Maria.

Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria…

Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.

Todos: Faça-se em mim segundo a vossa palavra. Ave Maria…

Dirigente: E o verbo se fez carne.

Todos: E habitou entre nós. Ave Maria…

Dirigente: Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

CANTEMOS: Nossa novena será abençoada…

Dirigente: Natal é vida que nasce. É a esperança que inunda os corações humanos. É Festa da Luz, que apresenta a todos o caminho seguro que conduz ao pai, “Jesus Cristo”.

Leitor(a) 1: Que a Luz de Deus, que veio a nós por Jesus, brilhe em nosso coração em nossa família, em nossa comunidade e no mundo.

 ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS

Dirigente: Permanecei em mim e eu permanecerei em vós; e darás muito fruto diz Jesus. Canto de acolhida à Palavra de Deus João 15, 1-14

(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

MOMENTO DE PARTILHA

Dirigente: Deixemos que Jesus viva em nós, transformando assim nossa vida.

a – O que é mais importante para nossa família hoje?

b – Quais são as nossas preocupações?

 A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO: PRECES

Dirigente: Confiantes em Deus que nos ama. Peçamos a graça de sermos como Jesus nos ensinou.

Todos: Senhor, escutai nossa prece.

  • Vinde, Jesus! Que a vossa graça esteja sempre conosco e que possamos viver com muita fé e alegria o vosso nascimento. Que nossa família, possa viver esta verdade: Deus nos ama e quer que nos amemos uns aos outros.

Preces espontâneas… Pai Nosso… Ave Maria…

GESTO CONCRETO / AVISOS

Dirigente: O Gesto Concreto escolhido pela sua família, é de fundamental importância dentro dos objetivos de Deus em seu Plano de Salvação, pois o mínimo ofertado diante d’Ele será acrescido de Tua Benção e Graça e será abundância para os que necessitam. – Procurar saber o horário das Missas de Natal em sua paróquia e o sistema por ela adotado para as missas presenciais. – Incentivar as todos, em sua família, a um momento de oração ao redor da mesa do Senhor nos dias 24 e 25, em Ação de graças pelas graças recebidas, pela vida, pela saúde e pela renovação da fé.

ORAÇÃO FINAL E BENÇÃO

Dirigente: Ó Deus, Pai de bondade, que nos redimistes e adotastes como filhos e filhas, concedei aos que creem no Cristo a liberdade verdadeira e a herança eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

 CANTO FINAL

 

 

  1. Ó LUZ DO SENHOR

Ó Luz do Senhor que vem sobre a terra, inunda meu ser, permanece em nós.

 

  1. NATAL É CONVERSÃO

Meu caro irmão, olha pra dentro do teu coração, vê se o Natal se tornou conversão e te ensinou a viver.

1 – Chegou a hora de sonhar de novo, de tornar-se povo e se fazer irmão. Chegou a hora que ligeiro passa de ganhar a graça para a conversão.

2 – Chegou a hora de viver o Cristo e acreditar que isto é se tornar maior. Chegou a hora de pensar profundo e perceber que o mundo pode ser melhor.

3 – Será difícil tantas mãos unidas não fazer da vida um tempo igual. Será difícil tanto amor e afeto não tornar concreto o gesto do Natal.

 

3.SENHOR, VEM SALVAR O TEU POVO

1 – Senhor, vem salvar teu povo das trevas da escuridão. Só Tu és nossa esperança, és nossa libertação. Vem Senhor! Vem nos salvar, com teu povo vem caminhar!

2 – Contigo o deserto é fértil, a terra se abre em flor; Da rocha brota água viva, da terra nasce esplendor.

3 – Tu marchas à nossa frente, és força, caminho e luz. Vem logo salvar teu povo, não tardes, Senhor Jesus.

  1. EU VIM PARA ESCUTAR

1 – Eu vim para escutar. Tua Palavra, Tua Palavra, Tua Palavra de amor.

2 – Eu gosto de escutar.

3 – Eu quero entender melhor.

4 – O mundo inda vai viver.

  1. NOITE FELIZ

1 – Noite feliz, noite feliz! Ó Senhor, Deus de amor, pobrezinho nasceu em Belém, eis na lapa Jesus, nosso bem. Dorme em paz, ó Jesus. Dorme em paz, ó Jesus.

2 – Noite feliz, noite feliz! Ó Jesus, Deus da luz: Quão afável é teu coração, que quiseste nascer nosso irmão, e a nós todos salvar. E a nós todos salvar.

3 – Noite feliz, noite feliz! Eis que no ar vêm cantar aos pastores os anjos dos céus, anunciando a chegada de Deus, de Jesus Salvador. De Jesus Salvador.

  1. SINO DE BELÉM

1 – Hoje a noite é bela, vamos a capela, sob a luz da vela, felizes a cantar. Ao soar o sino, sino pequenino, vai um Deus Menino, nos abençoar. Bate o sino pequenino, sino de Belém, já nasceu o Deus Menino para o nosso bem. Paz na terra pede o sino, alegre a cantar, abençoa Deus Menino esse nosso lar.

2 – Vamos minha gente, vamos a Belém, vamos ver Maria e Jesus também. Já deu meia noite, já chegou o Natal, já tocou o sino, lá na Catedral.

 

  1. ESTOU PENSANDO EM DEUS

Estou pensando em Deus, estou pensando no amor.

1 – Os homens fogem do amor e depois que se esvaziam, no vazio se angustiam e duvidam de você, você chega perto deles, mesmo assim ninguém tem fé.

2 – Eu me angustio quando vejo, que depois de dois mil anos, entre tantos desenganos poucos vivem sua fé, muitos falam de esperança, mas esquecem de você.

3 – Tudo podia ser melhor, se meu povo procurasse, nos caminhos onde andasse, pensar mais no seu Senhor, mas você fica esquecido, e por isso falta o amor.

4 – Tudo seria bem melhor, se o Natal não fosse um dia e se as mães fossem Maria e se os pais fossem José, e se os filhos parecessem com Jesus de Nazaré.

  1. DA CEPA BROTOU A RAMA (Cantado ou rezado.)

Da cepa brotou a rama, da rama brotou a flor. Da flor nasceu Maria, de Maria o Salvador.

1 – O espírito de Deus sobre ele pousará, de saber, de entendimento este espírito será. De conselho e fortaleza, de ciência e de temor. Achará sua alegria no temor do seu senhor.

2 – Não será pela ilusão do olhar, do ouvir falar. Que Ele irá julgar os homens, como é praxe acontecer. Mas os pobres desta terra com justiça julgará e dos fracos o direito, Ele é que defenderá.

3 – A palavra de sua boca ferirá o violento e o sopro de seus lábios matará o avarento. A justiça é o cinto que circunda a sua cintura e o manto da lealdade é a sua vestidura.

4 – Neste dia, neste dia, o incrível verdadeiro coisa que nunca se viu, morar lobo com cordeiro. A comer do mesmo pasto, tigre, boi, burro e leão, por um menino guiados se confraternizarão. 5 – Um menino uma criança com as feras a brincar e nenhum mal, nenhum dano mais na terra se fará… Da ciência do Senhor cheio o mundo estará como o sol inunda a terra e as águas enchem o mar.

6 – Neste dia, neste dia, o Senhor estenderá sua mão libertadora pro seu povo resgatar. Estandarte para os povos o Senhor levantará, a seu povo sua Igreja toda a terra acorrerá.

7 – A inveja a opressão entre irmãos acabará e a comunhão de todos o inimigo vencerá. Poderosa mão Deus fez no Egito o mar secar; para o resto do seu povo um caminho abrirá.

 

  1. MARIA DE NAZARÉ

1 – Maria de Nazaré, Maria me cativou. Fez mais forte a minha fé. E por filho me adotou. As vezes eu paro e fico a pensar, e sem perceber, me vejo a rezar, e meu coração se põe a cantar, pra Vigem de Nazaré. Menina que Deus amou e escolheu, pra mãe de Jesus, o Filho de Deus. Maria que o povo inteiro elegeu, Senhora e Mãe do Céu. Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria, Mãe de Jesus!

2 – Maria que eu quero bem, Maria do puro amor. Igual a você, ninguém, Mãe pura do meu Senhor. Em cada mulher que a terra criou, um traço de Deus Maria deixou, um sonho de Mãe Maria plantou, pro mundo encontrar a paz. Maria que fez o Cristo falar, Maria que fez Jesus caminhar, Maria que só viveu pra seu Deus, Maria do povo meu.

 

  1. CRISTO É A FELICIDADE

1 – Andar sem temor pela vida e sentir. O valor de se ter liberdade. Poder abraçar um amigo e sentir. O calor de uma grande amizade. Cristo é a felicidade. Cristo é a felicidade. Sem ter amor nesta vida não há quem seja feliz de verdade.

2 – Saber que jamais se perde a ilusão, saber perdoar com bondade. Sorrir com a paz de criança, e olhar para o sol que começa a brilhar.

3 – Sentir que se está sempre perto de Deus. E que nele se encontra a verdade. Andar sem temor pela vida e sentir. O valor de uma grande amizade.